Home
Patente de Invenção é concedida ao LABSOLDA/UFSC com o desenvolvimento de uma Caneta Alimentadora de Arame para Processo TIG
patente_caneta-tig_home

Patente de Invenção é concedida ao LABSOLDA/UFSC com o desenvolvimento de uma Caneta Alimentadora de Arame para Processo TIG

O Ministério da Indústria e Comércio Exterior e Serviços por meio do Instituto Nacional da Propriedade Industrial concederam à UFSC na data de 02 de maio de 2017 a PATENTE de número PI 0503521-0 intitulada Dispositivo de Alimentação Automática tipo Caneta para Aplicação em Operações que Envolvam Adição de Material em Forma de Arame.

A invenção patenteada refere-se a um dispositivo em forma de caneta para uso em operações que envolvam adição de material em forma de arame (por exemplo, soldagem TIG) que apresenta controle de acionamento de partida e parada da adição do material, que pode ser metálico ou não, bem como de regulagem da velocidade de avanço de material, que pode ser acionada durante a operação, sem necessidade de parada ou redução da velocidade de soldagem pelo operador/soldador.

Desenvolvida desde 2005 pelo LABSOLDA, Instituto de Soldagem e Mecatrônica do Departamento de Engenharia Mecânica (EMC), a invenção teve como autores Jair Carlos Dutra; Raul Gohr Júnior; Régis Henrique Gonçalves e Silva; Moises Alves de Oliveira. O objetivo da invenção foi aumentar a produtividade, flexibilidade, robustez, facilidade de operação e conforto do operador em processos que utilizam material de adição em forma de arame, que pode ser metálico ou não. A patente concede a propriedade da invenção à UFSC por dez anos, contados a partir da data em que a carta de patente foi expedida 02/05/2017.

A invenção poderá ser mais bem compreendida através da seguinte descrição detalhada, em consonância com as figuras 1 e 2, em que:

patente caneta tig figura1
A Figura 1 representa o dispositivo de alimentação automática tipo caneta para aplicação em operações que envolvam adição de material em forma de arame.

patente caneta tig figura2

A Figura 2 representa, em corte, o dispositivo objeto da presente invenção.

“DISPOSITIVO DE ALIMENTAÇÃO AUTOMÁTICA TIPO CANETA PARA APLICAÇÃO EM OPERAÇÕES QUE ENVOLVAM ADIÇÃO DE MATERIAL EM FORMA DE ARAME”, compreendido por um corpo ergonômico (4) do tipo caneta caracterizado por ser dotado de um bico direcionador (5) de arame em uma de suas extremidades, de um potenciômetro linear deslizante (6), de fios para o transporte do sinal de resistência do potenciômetro linear deslizante (9), (10) e (11) na extremidade do corpo ergonômico (4) do tipo caneta oposta à localização do bico direcionador (5) de  arame, de cabo (1) pelo qual desliza o arame vindo de uma unidade de armazenamento (2), localizado na extremidade do corpo ergonômico (4) do tipo caneta oposta à localização do bico direcionador (5) de arame, e de cabo (3) contendo os fios do sinal de resistência do potenciômetro (9), (10) e (11), localizado na extremidade do corpo ergonômico (4) do tipo caneta oposta à localização do bico direcionador (5) de arame.

 

Notícia do site do Labsolda